Sites premium 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
Natureza Mistica  (06-07-2017)
Vikings - Runas  (06-07-2017)
Referências  (06-07-2017)
O Homem e a Oração  (06-07-2017)
Meus Rituais  (06-07-2017)
Musicoterapia  (06-07-2017)
Microcosmo Místico  (06-07-2017)
Meditação em Mantras  (06-07-2017)
Macrocosmo, o Universo  (06-07-2017)
Intuição  (06-07-2017)

Rating: 2.6/5 (190 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...




Textos para reflexão
Textos para reflexão

sites premium

 

As doutrinas filosóficas e   religiosas são consideradas espiritualistas e estão divididas entre o Kardecismo, Africanismo, Umbanda e Oriental. Existem várias formas de entender a espiritualidade e seus diversos níveis de evolução, pois: 

 

“Na Casa do Pai há muitas moradas” 

 

 

A

 

Amor 

O amor é uma palavra conhecida, mas para muitos, sua essência ainda não foi descortinada. Amor é um sentimento dedicado aos nossos semelhantes de forma absoluta, é a mola mestra para a Humanidade conhecer a Paz.

O homem se conecta com esta vibração desde o momento que seus pais biológicos, unidos por este sentimento, usaram seu sistema reprodutor para a concepção. Nasce o homem e a partir deste instante é envolvido pelo amor familiar, cresce o homem e a qualidade deste amor é que se reflete em sua caminhada, em todos os aspectos da vida.

O amor é feito de palavras, na forma oral ou escrita, autenticando a relevante importância do semelhante e demonstrado através de gestos de carinho como um afago, um abraço, um doce beijo. É feito de entendimento e aceitar que o  semelhante é um ser com identidade única, não moldável, com caráter e temperamento pré-definido e, cabe a nós, expressar este sentimento para ajudar em seu crescimento interior. É  vivenciar a confiança mútua, permitir que o fluxo da energia do amor se movimente entre a ida e vinda na relação afetiva, principalmente vivenciar o perdão.

 

 Amor Karmático

Uma grande parte da humanidade tem desafios em seus relacionamentos afetivos (a nível familiar, social e pessoal). Estes desafios constantes perturbam a harmonia e muitas pessoas tem o hábito de dizer: - Este relacionamento é um Karma. E, mesmo sem entender o que é Karma está afirmando uma sentença verdadeira.

Os relacionamentos Karmáticos são aqueles em que as pessoas sentem-se atraídas para equilibrar o que foi descumprido entre Almas, em vidas passadas. Nesta vida, a atração é pela sensação de familiaridade com a pessoa que está conhecendo, é o amor que transcende a qualquer raciocínio lógico e o sentimento torna-se muito intenso. Resta saber se esta aproximação será positiva, ou seja, harmônica, quando por disfunções orgânicas ou acidentes que causaram a morte precoce não houve o tempo necessário para cumprirem juntas sua caminhada, ou negativa, quando, em sua bagagem, estas Almas trouxeram desafios pendentes relacionados ao egoísmo,  ciúme, abuso de poder, agressão, dependência e obsessões, entre outros.

E, os papéis no palco da vida sempre serão inversos, desta forma, quando você souber de alguém, independente do sexo, vive subjugado tenha a certeza que já subjugou. São inúmeros exemplos, mas tenha apenas a certeza de que o sofrimento leva ao aprendizado e ao ressarcimento das dívidas, desta forma, tornando o homem um ser espiritualizado.

Se, na encarnação presente, estas Almas não trabalharem para saldar seus débitos o relacionamento se torna uma obsessão, que resulta na ação persistente que um espírito (encarnado ou desencarnado) exerce sobre outro. Em geral, a obsessão se instala gradativamente, de início é sutil e, aos poucos, pode culminar em uma auto-obsessão, dominando a vítima, induzindo-a a cometer pequenos erros, até chegar a ponto de dominá-la por completo, sempre alimentada por fatos que lhe são desconhecidos (vidas passadas), mas com as energias nefastas inerentes aos fatos.

Neste estágio, a vítima, em muitos casos, chega a ser desapropriada de sua vontade e, desta forma, é possível, entender a criminalidade da atualidade, entre pessoas à nível familiar, pessoal e social.

O assunto acima exposto exclui o Karma comprado nesta encarnação, no qual o indivíduo tem o raciocínio lógico do conhecimento da causa e dos perigos que ela representa e, mesmo assim,  absorve no contexto de sua existência.

 

Amor Pessoal

O amor pessoal é o sentimento que nutrimos por nós, se não nos o colocarmos  em primeiro lugar será impossível amar nosso semelhante e aceitá-lo. E, se expressarmos esse sentimento de forma excessiva nos tornaremos pessoas egoístas com um EGO  insano.

 

 Amor Universal

Este é o amor que deveremos dedicar aos nossos semelhantes, independente de raça, sexo ou religião. É a doação sem troca, são Karmas grupais e ele tem que ser trabalhado em sua jornada até porque um ser sozinho não tem possibilidade de realizações. Estenda sua mão, abrace seu irmão e sentirá as benesses divinas, pois você alegrará seu semelhante e cumprirá uma das Leis de Deus “Amai-vos uns aos outros”.

                                               

Amizade

Este alimento é alicerçado na família desde a tenra idade, pois a criança não possui um discernimento correto sobre sentimentos, a brincadeira é que norteia seu relacionamento com outras crianças de acordo com seus interesses. Se no desenvolvimento das fases etárias os filhos forem orientados para conhecer os valores que alicerçam a amizade, é provável que estes amigos permaneçam no decurso da existência. Este sentimento deve ser educado e polido, desta forma, será exercido de forma natural e consciente, principalmente no que se refere às virtudes.

A amizade não é um sentimento complexo, as situações é que podem fazer com que o mesmo oscile e, muitas vezes feneça, tanto a nível familiar como social. Pessoas não são selecionadas para serem amigos, pois temos que conviver com muitas, principalmente, no que se refere às atividades profissionais. Sabe-se que para entender os amigos é necessário certa homogeneidade e alguns interesses em comum, embora não seja impossível, um bom relacionamento com alguém que tenha uma visão diferente. O amigo deve ser amado no todo e ser recíproco, quando apenas uma das partes oferta é sinal que não existe a sintonia do sentimento, até porque, este sentimento é alimentado por contatos amiúde como, um telefonema, um bilhete, um elogio ou um puxão de orelha na hora necessária. A qualidade da amizade cresce de acordo com a intensidade do intercâmbio de questões íntimas, onde o bem estar do outro seja a meta final, pois a amizade natural leva as pessoas a compartilhar suas intimidades e solicitar ajuda, a qual não deve ultrapassar o limite do bom senso. A amizade não anda só, se faz acompanhar da lealdade, compreensão, generosidade e a sinceridade.

 

 Aniversário

O dia mais especial do ano para o ser humano é o “dia do aniversário”. Nesta data os portais se abrem para facilitar a vida do aniversariante, os pedidos chegam mais rápido aos Anjos e eles transmitem mais rápido a Deus. Na véspera desta data faça sua meditação, agradeça o ciclo que se encerra e faça seus pedidos para os próximos 12 meses e sua oração de costume. Coloque ao lado de sua cabeceira um presente para si, dessa forma, o primeiro presente será de sua energia interior, pois foi escolhido com todo amor.

Ao nascer, o homem entoa mantras. A palavra é o verbo, o verbo é o mantra, o mantra é o decreto. A soma destes elementos misteriosos se chama vida e seu primeiro vagido é registrado no Cosmos como Energia Vital. Em cada aniversário você reafirma os decretos programados para sua existência. Esta data é um marco Astrológico de grande importância,  pois é aproximadamente nesta data, que o Sol passa pelo mesmo grau do Zodíaco de sua data de nascimento e, de acordo com as vibrações de sua Família Cósmica é que será indicado as tendências, os êxitos ou fracassos de seus próximos doze meses.

 1º SIM é o mantra que o homem pronuncia para aceitar sua encarnação quando nasce.

2º AMÉM é o mantra que o homem pronuncia agradecendo a Deus pela oportunidade de resgatar seus débitos Kármicos.

3º  PROTEÇÃO é o mantra que o homem pronuncia pedindo as bênçãos de seu Anjo Guardião para sua jornada terrena.

4º FÉ é o mantra que o homem pronuncia buscando sua espiritualidade.  

5º LUZ é o mantra que o homem pronuncia para alcançar sua plenitude material e espiritual.

 

 

 

 

B

 

 

C

 

 

D

 

Designios kármicos

Quando ocorre uma tragédia muitos se questionam, acaso, destino, fatalidade, castigo?

Nós espíritas aprendemos que além do Karma individual existe o Karma coletivo , das cidades, estados e nações, ou seja, cada indivíduo habita o local à ele destinado para o cumprimento do resgate, encarnados que semearam os mesmos pensamentos, palavras e obras, em vidas passadas de forma nociva e coletiva, principalmente em locais onde atuam as catástrofes, relacionadas com os quatro elementos, Ar, Água, Terra e Fogo. Na hora da colheita, que simboliza o resgate do Karma estes seres estarão juntos e cumprindo as Leis Espirituais: Lei de Ação e Reação ou de causa e efeito e à Lei de Evolução ou de Progresso.

Observa-se nas tragédias coletivas que alguns indivíduos saem ilesos, outros com poucos ferimentos físicos, mas todos terão que conviver com sequelas emocionais como lição de vida, pois no resgate não estava determinada a morte física, mas conviver com fantasmas da tragédia por um tempo indefinido. E aqueles que deveriam estar juntos mas não embarcaram no voo? São os escolhidos como mensageiros, por possuírem um Karma mais leve e com este aprendizado, além de alterar o rumo de seu Livre Arbítrio estarão imbuídos de praticar, uma semeadura salutar entre a humanidade,  para a harmonia universal.

 

Despedida 

O homem passa sua existência se despedindo de algo ou alguém, pode ser de um sonho, de uma meta, de uma pessoa querida. Cada despedida tem seu aspecto que lhe é peculiar e vivenciada com maior ou menor intensidade emocional.

Este ato requer como qualidades a sabedoria e a humildade para entender que nada ou ninguém nos pertence, se a despedida for de bens materiais, eles apenas têm a finalidade de dar maior qualidade de conforto à nossa existência. Se for de uma pessoa é necessário o entendimento de que, os que nos rodeiam estão encarnados para um resgate, o qual poderá terminar em qualquer instante.

Desta forma, não somos proprietários de nada, pois até o sopro de vida é cedido por Deus e resgatado no momento que ele desejar. A administração da existência é um legado, que se desfaz com o óbito, mas o Espírito que nele habita terá, que prestar contas de seu Livre Arbítrio.

Mas, de qualquer forma, o ato da despedida não significa o fim e sim, a promessa de um reencontro ou prenúncio de um renascer, sem data ou hora pré-fixada, aqui ou no além.

 

E

 

 

F

 

Fraternidade

Estende a mão, não só nas horas dos sorrisos, onde no afã do entusiasmo, sua energia não é absorvida. Estende a mão quando observares que teu semelhante necessita de um carinho por seu momento angustiante. Estende a mão para ajudar teus irmãos a transporem um obstáculo,  independente de sua fé, cor e classe social. Estende a mão quando ao teu lado estiver alguém que se ausenta, pois este contato físico transmitirá teu afeto. Estende a mão para apoiar uma criança que dá seus primeiros passos e ao velho que não consegue mais caminhar, para que sinta teu apoio, teu incentivo. Estenda a mão para acariciar aquele que se despede da vida, para que sinta o quanto foi amado por ti. Estenda as mãos unidas à Deus pedindo que renove tuas energias, para que sempre possas, mostrar tua beleza interior, teu crescimento espiritual em prol de uma humanidade que dos sentimentos nobres, está perdida.

 

G

 

 

H

 

 

I

 

 

J

 

 

L

 

Lealdade

A lealdade é um compromisso que garante não prejudicar o interesse ou bem-estar dos semelhantes,  pode ser racional, pois nem sempre o afeto está envolvido é um sentimento necessário em qualquer aspecto da vida, está ligada à associações naturais ou convencionais como a família, profissão e religião, ou seja, é exercida com aqueles que nos identificamos, as quais podem ser profundas e, muitas vezes, inquestionáveis. Geralmente vista como um princípio universalista, pois além de ser uma virtude é um dever e seu início se processa na família, se faz acompanhar da verdade e respeito que torna a convivência com nossos semelhantes salutar e impede que exercitemos a traição. O indivíduo ao dizer “Sim” se compromete com algo ou alguém, muitas vezes, dá a palavra sem pensar nas conseqüências de seu ato ou na certeza do seu cumprimento. Desta forma, seja leal em primeiro lugar com seus princípios, na conscientização do que é capaz de ofertar e após, se comprometa com seu semelhante e exercite a lealdade.

 

M

 

 

N

 

 

O

 

Obediência

A obediência é um dos pilares da educação e formação ao encargo da família, pois o indivíduo, desde a tenra idade tem que ser preparado para obedecer. Esta virtude tem que ser trabalhada de acordo com a faixa etária sempre esclarecendo a necessidade da obediência aos membros da família, professores e autoridades que cuidam da ordem social. Desta forma é desenvolvida a responsabilidade pessoal, a qual facultará ao indivíduo discernir se as ordens que recebe são passiveis de obediência ou se, de alguma forma, ferem seus princípios morais.

 

O hábito de sorrir

As pessoas formam bons ou mus hábitos, mas sorrir é um bom hábito, traz alegrias para o cotidiano. Quando acordo  fico na frente do espelho sorrindo, após abro a porta e fico por instantes sorrindo para o novo dia, para a natureza que logo me receberá circulando para as tarefas cotidianas.

Sorrir não custa nada, fortalece a musculatura facial, enobrece a alma e possibilita uma harmonia com o semelhante. Um sorriso é gentileza, um carinho e vale mais que mil palavras, não tem regras ou motivos específicos para brotar.

Ninguém tem culpa por nossos dissabores, oscilação de humores ou de emoções. Uma face taciturna atrai energias negativas, assusta, pois é portadora de obstáculo para um bom convívio. Aqui estamos para semear e colher bênçãos, um sorriso iluminado é a porta aberta para uma colheita recíproca de afeto. Na vida a jornada é árdua desta forma, facilite o seu e o caminho do semelhante, com um  largo sorriso iluminado.

 

P

Paciência

A paciência é uma questão de temperamento? Não, paciência é uma questão de educação, pois se desde ao nascer a criança for habituada a esperar ela se conscientiza do processo. Mas, infelizmente, não é o que ocorre hoje, pois pais costumam atender as solicitações de seus filhos em um instante, por excesso de zelo ou para se livrar de uma situação de aborrecimento. Filhos educados desta forma serão no futuro, indivíduos sem paciência, incapazes de lidar com situações mais complexas, nas quais a solução pode demorar.

A paciência em sua essência é manter um controle emocional sem perder a calma, suportar adversidades em qualquer aspecto da vida. É saber desenvolver o processo da “espera”, em “quietude”, consciente que seus desejos serão realizados no tempo certo. A paciência depende de outros pilares dos alicerces familiares como a compreensão, tolerância e persistência.

 

Perdão

Falar de perdão é falar de um sentimento muito sublime, o qual, nem todos os homens estão preparados para vivenciá-lo

A vida, desde seus primórdios, é uma luta constante para a sobrevivência, onde está registrado que o “maior vence” e o “menor é derrotado”. Baseado nestas duas palavras o homem desenvolve o aspecto da superioridade ou inferioridade. Os poderosos magoam e os humildes alimentam-se da mágoa e, este processo passa ,de geração em geração distanciando a igualdade entre os semelhantes. Os agentes da mágoa são seres com uma psique afetada, bem como os seres afetados, pois deram uma importância relevante ao fato permitindo que ocupasse um grande espaço em seus quatro planos de consciência ou expressão:

Físico  -  baixa resistência imunológica,

Mental – perca da capacidade de clareza mental, objetividade, ousadia e coragem

Emocional: mau humor, angústia, desequilíbrios, depressão

Intuitivo: perca da energia vital e, conseqüentemente da energia espiritual

 

É necessário, tanto para o agente como o condutor da mágoa, aprender a perdoar a si em primeiro lugar, para posteriormente, com o coração limpo de sentimentos nefastos perdoar seus semelhantes. Desta forma, o homem necessita iniciar seu processo de autoconhecimento e reciclagem, se conscientizar que o passado não pode ser dissolvido, portando não pode ser modificado, que um futuro não pode ser construído com as energias estagnadas, que o tempo de “real valor” é o segundo presente, onde um grande marco de vida pode ser construído. Reflita sobre a necessidade do perdão, pois o ressentimento é um dos mais significativos fatores da infelicidade e o perdão é a retirada da máscara da covardia, pois é mais fácil culpar o “outro”, o “universo” e “Deus”, desenvolver um processo de vítima, onde a autopunição e a autodestruição é o lema da inércia de um Livre Arbítrio.

 

 

R

 

 

 

S

 

Solidariedade

Estende a mão, não só nas horas dos sorrisos, onde no afã do entusiasmo, sua energia não é absorvida. Estende a mão quando observares que teu semelhante necessita de um carinho por seu momento angustiante. Estende a mão para ajudar teus irmãos a transporem um obstáculo,  independente de sua fé, cor e classe social. Estende a mão quando ao teu lado estiver alguém que se ausenta, pois este contato físico transmitirá teu afeto. Estende a mão para apoiar uma criança que dá seus primeiros passos e ao velho que não consegue mais caminhar, para que sinta teu apoio, teu incentivo. Estenda a mão para acariciar aquele que se despede da vida, para que sinta o quanto foi amado por ti. Estenda as mãos unidas à Deus pedindo que renove tuas energias, para que sempre possas, mostrar tua beleza interior, teu crescimento espiritual em prol de uma humanidade que dos sentimentos nobres, está perdida.

 

T

 

 

U

 

 

V

 

Verdade

A verdade é uma palavra composta por um triângulo, ela habita na vértice e nos ângulos congruentes está o historiador e a história. Ele conta a história com a veracidade que a vê e quem escuta pode ter uma visão diferente, ou seja cada um escolhe a sua verdade.

Desta forma ela não é universal, não é absoluta e, em muitos casos lhe é acrescentado o sufixo “in”, inverdade que não é uma mentira, apenas um prisma de olhar.

Em alguma situação da vida o indivíduo não falou a verdade, às vezes para evitar atritos, outras para não causar mágoas, mas um semelhante de alguma forma sofreu consequências por uma decisão impensada.

É necessário autenticidade para expor o que se sente, o que se pensa, o que se faz tendo como alicerce a plena verdade, bem como, arcar com as consequências do que pode ocasionar, mas de qualquer forma é necessária para uma boa convivência em qualquer aspecto da vida.

 

Viajantes do Tempo

Os homens são  viajantes na existência, alguns sentem necessidade de criar raízes e descem na estação que lhe oferta possibilidades de edificações, nos mais variados aspectos para sobrevivência, onde está arquivado o passado que um dia foi presente, ciclos muitas vezes desapercebidos por frustrações.  Alguns nascem com missões especiais e se tornam peregrinos, em busca do que a sociedade humana não oferta, o encontro do Microcosmo com o Macrocosmo e desta forma podem absorver, conhecimentos de todas as fontes e dividir estes saberes com seus pares, seres iluminados que sabem extrair do instante fugaz, lições fundamentais para a vida.

 

 

topo