Sites premium 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
O Homem e a Oração  (03-08-2017)
Intuição  (03-08-2017)
Textos para reflexão  (03-08-2017)
Natureza Mistica  (06-07-2017)
Vikings - Runas  (06-07-2017)
Referências  (06-07-2017)
Meus Rituais  (06-07-2017)
Musicoterapia  (06-07-2017)
Microcosmo Místico  (06-07-2017)
Meditação em Mantras  (06-07-2017)

Rating: 2.6/5 (213 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...




Aura
Aura

 

 

 

Aura - Etimologia: lat. aura, ae "vento brando, brisa, o ar, sopro, hálito, brilho".

 

O estudo da Aura vem desde a antiguidade, referências sobre o assunto nos levam aos egípcios que representavam simbolicamente essas radiações através de seus livros sagrados, jóias e trajes cerimoniais, amuletos, pedras coloridas e seus templos de cura. Os iogues e filósofos ocultistas orientais também compartilharam a convicção desta emanação.

Os gregos usaram vibrações musicais, cores e poesia para curar a doença, bem como fazem parte da cultura religiosa da Índia e da China. Em ambas as cidades as divindades são representadas envolto em camadas cobertas por uma chama ou brilho. O Cristianismo pintava halos de luz em torno da cabeça dos anjos e santos.

Durante a Idade Média, o estudo sobre Aura  e suas práticas de cura ficou estagnado, mas um médico e filósofo persa Avicena foi o que revolucionou a medicina durante esse tempo na Europa. Em seu livro, a Canon of Medicine, indicou que a cor era um importante remédio contra a doença e um guia para o diagnóstico.

Theophrastus Bombastus Von Hohenheim, mais conhecido como Paracelso disse que a forma humana tinha uma força grande vida que irradiava a sua energia para fora em uma esfera de luz. Ele também acreditava que poderia servir de invólucro de luz para curar o corpo físico.

Na segunda metade do século XIX, o Barão Van Reichenbach, anunciou a descoberta da radiação de certos objetos chamados de "força ódica" e disse que ela foi causada por certos cristais, ímãs e do corpo humano.

Na época, ele publicou um livro com o título de luz azul e vermelha, de autoria de S. Pancoast  e descreveu as várias propriedades de luzes vermelhas e azuis, e o método utilizado para curar usando a luz solar natural fluindo através de diferentes painéis de vidro colorido. As pessoas ficaram cativadas por sua técnica e a cromoterapia novamente chamou a atenção de tal forma que se expandiu rapidamente.

A Eletrografia ou Foto Kirlian fotografa o reflexo que as ondas de alta frequência causam quando incidem sobre qualquer forma de vida ou objeto a ser fotografado. Este estímulo elétrico torna visível a energia que circunda o corpo físico e o objeto a ser fotografado, mas invisível ao olho humano. Esta energia é conhecida pelos esotéricos como Aura e pelos cientistas como corpo bioplasmático.

O efeito Kirlian ou efeito Landell na atualidade é reconhecido pela ciência, encontra portas abertas na Associação Norte Americana de Medicina, no Exército e na Marinha dos Estados Unidos. Na Rússia, o efeito Kirlian ou Landell é utilizado para identificar pragas nas plantações, sementes de má qualidade, melhorando a quantidade nas safras de cereais.

 

  

 

 

http://mohamedadel.com/2012/08/

 

 

 

http://viverdeeco.com/tag/floresce/

 

 

http://energeticgems.com/?page_id=58

 

 

 

https://www.pinterest.com/princesspeach17/amazing-kirlian-photography/

 

 

 

Nosso Sistema Solar contém uma Aura, resultante de movimentos de energias constantes que correspondem aos sete raios solares. A cor áurica do Universo se reflete, de forma simultânea em todos os sistemas planetários, formando a Aura Planetária dos mesmos. Estas energias são divididas em coesão, contração, expansão, locomoção e ultrassom.

A Aura do Sistema Planetário reflete no horizonte uma determinada cor de acordo com a vibração dominante. Esta cor tem uma duração média de 3hs com um reflexo de duas cores que podem atuar de forma positiva ou negativa, com um movimento ondulatório e outro de propagação, ao mesmo tempo.

Em nosso Planeta a atmosfera se subdivide, onde as energias se alojam e formam sua Aura constituída de cinco camadas (troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera) e, vista do espaço aparece como uma esfera de coloração azul brilhante. Esse efeito cromático é produzido pela dispersão da luz solar sobre a atmosfera. Este efeito simboliza a aura do Planeta Terra, que se apresenta cinzenta, opaca, branca, diáfana e de luz de acordo com sua evolução que é a evolução de seus habitantes.

Nossa natureza é divida em Hierarquia Atômica - três reinos – Mineral/Vegetal/Animal e todos são compostos de matéria atômica e Hierarquia Cósmica - composta por quatro elementos bases – Fogo/Ar/Água//Terra.

 

Hierarquia Atômica e Sua Evolução

Átomo: A menor fração de um elemento capaz de entrar em combinação; uma pequena partícula.

Elétron: Quantidade elementar de eletricidade negativa que entra na formação do átomo, fora do núcleo.

Prótons: Núcleo do átomo, eletricidade positiva do átomo, com carga elétrica positiva numericamente igual à negativa de um elétron.

Nêutrons: Núcleo do Átomo, partícula elementar não carregada, que tem massa quase igual à do próton e se encontra em todos os núcleos atômicos conhecidos. 

Toda matéria é formada por átomos condutores de eletricidade, que estão em constante movimento celular, dando forma e a aparência da forma física. Os três reinos terrestres são feitos de matéria atômica (mineral, vegetal, animal/humano).

 

Hierarquia cósmica

Similar à hierarquia atômica. Estes seres cósmicos de luz se manifestam na forma de Elementais.

Elemental significa “Espírito Divino”. El = senhor; mental = vibração mental superior. Estes são os espíritos da natureza Os Elementais são os dinamizadores das energias das formas e integram-se aos Elementos da Natureza. Esses seres ocupam um lugar entre os homens e os espíritos. Sua missão é estimular as forças do universo e governar os 4 elementos : Fogo, Ar, Água e Terra. Estão sempre trabalhando para que a natureza funcione mecanicamente e, quando isto ocorre, eles assumem seu aspecto real, aparecem como pontos luminosos ou pequenas luzes coloridas no ar.

Os Elementais possuem uma consciência muito emancipada de acordo com sua evolução por isso são muito responsáveis e movem-se incessantemente desempenhando suas funções, estimulando o bem estar às obras que lhe são designadas na Natureza. Existe uma diferença entre os Elementais e o Homem com relação ao seu centro de consciência. A humanidade tem como seu centro de consciência as faculdades mentais e os Elementais têm na intuição, o seu centro supremo de autoconsciência, Por isso, respeitam e obedecem a hierarquia de seu Reino na condição de auxiliares daqueles cuja posição possuem maior evolução, colaborando também para o crescimento dos demais Reinos. Poderíamos dizer que conhecem a profundidade do Amor Universal, cujo amor purifica e edifica tudo e todos.

A natureza tem quatro éteres básicos que podem ser sentido em nossa vida diária através do clima:

O éter do Fogo está plasmado quando sentimos calor, secura, sede e cansaço e pouca manifestação de animais terrestres e aéreos, bem como no murchar das folhas. Normalmente tem pouco vento, sua cor no ambiente astral, sua Aura é vermelha.

O éter do Ar é sentido quando há no ambiente bastante vento, secura e um ar de silêncio. Sua Aura é o azul

O éter da Água cria climas úmidos, chuvas, tempestades e enchentes e sua Aura é a cor amarelo.

O éter da Terra é o que mais dá prazer e alegria aos seres vivos, especialmente aos humanos e aos pássaros. SuaAura é verde.

 

Seres vivos e Auras

A aura não é um corpo mas uma manifestação energética de um determinado corpo, um conjunto de forças eletromagnéticas de densidade variável emergentes dos corpos espiritual, físico, etérico, vital, mental e emocional. Estas partículas permanecem em suspensão de energia em torno do nosso corpo em forma oval. Tudo o que existe na Terra absorve e libera energia e desenvolve um processo de troca e, este processo ocorre através da Aura, pois todos os seres vivos possuem uma, como os minerais, plantas, animais e seres humanos, as quais diferem em sua complexidade e variedade de cores. 

. Minerais

O reino mineral do qual os cristais se originam, têm uma forte conexão com o ser na Terra. Como nosso ser, eles têm uma alma e uma aura que eles irradiam para ajudar a humanidade. O reino mineral está tão intimamente conectado com o nosso reino que ele nos permite usar as suas energias para os nossos próprios benefícios. Uma habilidade fundamental do cristal é a amplificação, para ampliar um pensamento, sentimento ou imagem, várias vezes, dando-lhe a força para manifestar em sua realidade.  

A energia do reino mineral ou dos elementos a ele pertencentes varia muito segundo a localização ou o tipo de paisagem considerada, talvez ainda mais do que no caso dos vegetais. Temos uma energia particular para os minerais sólidos, arenosos, diferente da que se observa no mineral associado à água. Em contato com esse elemento, é preciso analisar os fatores geológicos e geográficos, a localização e a altitude, bem como se a associação se dá com mares, lagoas, rios, cachoeiras ou lençóis freáticos e olhos d'água.

Sabe-se que as energias naturais encontradas no reino mineral têm ação direta sobre o corpo etérico e tudo depende do nível vibratório em que se encontram os minerais. Visto que as emanações do reino mineral interpenetram com extrema facilidade a dimensão etérica, o contato com a dinâmica de certos elementos pode também favorecer a fixação de energias benéficas no corpo etérico.

 . Objetos

Todos os objetos têm a radiação característica que constitui sua aura. É como uma cor que o rodeia a uma curta distância. A maioria dos objetos, mesmo tendo sido construído por outra possuem uma aura influenciada pelo seu proprietário, pois o proprietário geralmente fica mais tempo com o objeto do que a pessoa que o construiu.

Alguns objetos como um livro, que possui a energia de seu autor  a atração da leitura ocorre porque  sua aura foi atraída pela aura daquele livro, que por sua vez, traz a energia do autor, é denominada a “Lei da Atração”, pelas emoções vivenciadas no momento.

. Plantas

Tem uma forte influência na aura dos seres humanos e pode ter efeitos positivos ou negativos. Denomina-se negativas aquelas plantas cujas auras podem exercer uma influência desfavorável, por uma forte absorção de oxigênio ou por serem venenosas, chamam-se positivas, àquelas que têm propriedades aromáticas e medicinais.

A aura das plantas negativas possuem uma cor escura e a árvore que tem mais marcante esta cor é a magnólia. Por isso, desde inumeráveis anos, sabe-se que é perigosíssimo dormir sob esta árvore. O certo é que ela não só tira oxigênio, mas também as vibrações radioativas e astrais dos seres humanos. Outra destas plantas é o salgueiro, bom para curar a insônia e mau para aqueles que dormem sob suas espessas folhagens na hora da digestão.

As plantas de influência benéficas possuem uma cor esbranquiçada, às vezes cintilante. O pinheiro e o eucalipto são árvores de aura brilhante, desta forma são árvores curativas.

 

No Reino Vegetal existe a atuação de três raios cósmicos:

 

O Segundo Raio (dourado) - O Raio do Amor e da Sabedoria, constitui o principio atrativo da natureza, ou a Lei da Atração,  produz entre outras coisas a atração magnética das flores, através do perfume.  Trabalha a consciência e a elevação da alma.

 

O Quarto Raio (Branco) -  O Raio da Harmonia, Beleza e Arte, sua principal função consiste em criar a Beleza (como expressão da verdade) mediante a livre interação da vida e da forma, baseada nas regras da beleza conforme o plano inicial da criação, produz uma combinação de sons e cores. Trabalha a harmonia e através deste Raio o Homem se purifica e harmoniza seus corpos físicos e suprafísicos.

 

O Sexto Raio (Rubi) - O Raio da Devoção e do Idealismo. A força do Raio Rubi e do Branco constitui a expressão vital da natureza divina. No reino vegetal determina a família, a aparência, a força, o porte e a natureza das plantas.

O efeito da ação conjunto desses três raios no reino vegetal resulta no perfume e no poder de cura. 

 

. Animais

No animal a Aura se desenvolve apenas nas três primeiras etapas, mas se apresentam com grande clareza e beleza luminosa. Embora os animais sejam seres que possuem a sensibilidade aflorada e muitas vezes, tem que aprender a lidar com a rejeição ou o excesso de afetividade por parte de seus donos, eles têm a vantagem de ser menos mental, ou seja, a mente mais clara, menos poluída, pois seus pensamentos e sentimentos tornam suas auras mais densas e mais protetoras.

Assim como no homem, existe a hierarquia de animais mais evoluídos, por sua maturidade e beleza interior. Estes seres são mais individualizados e tem o poder de conceber as abstrações com mais facilidade. Observar a Aura dos animais não é uma fácil tarefa em virtude dos mesmos não aceitarem invasão em seu íntimo e, com frequência, produz uma mistura de nuances para sua autoproteção.

Esta faculdade é dada a quem escolheu como dono, pois a sintonia de auras é perfeita, ou seja, uma sintonia de arco-íris individuais. O animal é muito inteligente, ele vibra na plenitude do momento em que vive, explora a percepção, sensação e a emoção, conhecendo o que o homem busca incessantemente, a felicidade em cada momento de vida.

O Reino animal tem sua evolução como em qualquer outro reino e a concepção clara de certos acontecimentos, em seu meio ambiente, pode tornar-se mais complicada, não sendo possível evitar as doenças  psíquicas ou psicossomáticas, mas como o homem, na medida de sua evolução vai enriquecer-se de reflexões mais complexas.

O amor doação e sem julgamento, que nos demonstram certos animais, leva-os a uma generosidade sem limites e, muitas vezes atraem as mazelas que nos são dirigidas os levando ao óbito. Os animais selvagens têm uma aura pobre e sem cor e os que são mantidos em cativeiros adquirem uma aura avermelhada e através do contato com o homem, se tornam menos ferozes.

Os animais domesticados possuem auras exuberantes, gato (vermelha e cinza), cachorro (marrom e azul), cavalo (avermelhada), pássaros e aves (as cores do arco-íris), peixes (verde).

No decorrer dos séculos várias culturas cultuavam os animais como deuses e, outras tantas culturas, descobriram os poderes contidos em cada animal os tornando, Animais de Poder.

Respeite seu animal de estimação, não o leve para dormir em seu quarto ou em sua cama, pois é através do sono e dos sonhos que você libera suas angustias e dissabores e o animal irá absorver esta gama de negatividade.

 

 

 

 

O Homem e seu arco-íris pessoal

 

O Homem (Microcosmo) tem também, na composição de sua matéria os quatro Elementos  (Fogo/Ar/Água/Terra), os quais formam nossos quatro corpos inferiores  de consciência ou expressão e ligados aos quatro corpos auríferos.

O 1º Corpo - O Corpo Etéreo ou Corpo da Memória - Este é o primeiro, dos Quatro Corpos inferiores do ser humano. É no Corpo Etéreo que se inicia toda a Criatividade é o Corpo intermediário entre o Céu e a Terra, e a razão disto, é o mais leve e feito da mesma substancia que o Plano Divino. Digamos que seja um corpo etéreo inferior. É o plano Etéreo que alimenta a alma com memória e criatividade. Está ligado ao Elemento Fogo.

2º Corpo - O Corpo Mental - Este é o segundo dos Quatro Corpos Inferiores do ser humano. O Corpo Mental é o Corpo do raciocínio, do pensamento e também, da meditação. É relativo ao Elemento Ar. É através dele que a Alma, que é a consciência do Eu do indivíduo, consegue meditar sobre o que fazer e como fazer.

3º Corpo - O Corpo Emocional - Este é o terceiro, dos quatro corpos inferiores do Ser humano e é relativo ao elemento água. O Corpo Emocional é o corpo da percepção, sensação, emoção e sentimento, também chamado de Corpo Astral. Este é o grande imã que atrai tudo o que pensamos. O corpo da memória traz a razão do pensamento, a criação. O plano divino manifestado no interior do indivíduo. Este corpo organiza e modela a ideia criada na memória. É neste corpo que nos reunimos com Deus e seus enviados para tomar as decisões, antes de exteriorizarmos nossos pensamentos em forma de palavras e ações. Este corpo está ligado ao Elemento Água.

4º Corpo - O Corpo Físico - Este corpo do ao elemento terra. O Corpo Físico é o Corpo da Matéria Física e Sagrada, a casa de Deus. Este corpo é sagrado por que é o caminho, a porta para Plano Etéreo, o caminho de nosso Livre Arbítrio. O objetivo principal deste corpo é exteriorizar a harmonia na transformação da matéria física. Este é um corpo extrovertido, ativo. É este corpo que contendo os outros, vem de uma ideia para uma decisão mental, para um desejo e vontade magnetizadora, até ao impulso da fala, onde damos a ordem final da palavra, a consciência do que queremos.

E assim, o homem faz sua jornada no planeta acompanhado desta força energética evolutiva, chamada Aura, que reúne todas as nossas informações físicas e metafísicas, que sustenta a vida e caracteriza o ser humano. Ela é uma radiografia de todas as nossas vidas desde o momento de nossa formação espiritual e armazenam dados sobre o passado, sobre a vida presente e até mesmo tendências futuras.

As Auras dos indivíduos tendem a formar agrupamentos de acordo com a Lei Universal, desta forma são formadas as famílias, sociedades, cidades, países, nações e, cada seguimento tem sua Aura, os quais são unidos pela sintonia vibracional e regidos pela Lei da Atração.

Aura Grupal

A Aura grupal é a soma da aura de todos os seres inanimados e animados e este resultado forma a Aura Grupal de uma coletividade de determinada cidade, país ou nação, pelo conjunto de emanações passadas e presentes. Toda coletividade humana forma sua aura grupal, que é a aura da cidade onde mora, onde atua ou da nação a que pertence. Porém há que deixar bem determinado que a aura grupal de uma cidade não está formada somente pela contribuição atual que lhe proporcionam os seres que lhe confere sua característica particular, mas pelo conjunto das emanações presentes e passadas.

 

Anatomia da Aura

Reflexos

É a imagem do indivíduo em sua essência e pode ser visto por médiuns com a faculdade de clarividência, bem como, por animais que simpatizam ou antipatizam com essas pessoas.

Forma, altura e largura  

Seu formato é de um halo luminoso e suas cores dependem do estado emocional ou espiritual, pois a cada momento irradiamos energias diferente de acordo com as emoções e do ambiente externo.  A largura e a altura demonstra o estágio de evolução em cada indivíduo, em pessoas pouco  espiritualizadas em torno de 10cm além do Corpo Físico, nas espiritual, as em torno de 50cm, nas pessoas evoluídas espiritualmente a Aura se espalha por alguns metros além do seu corpo com uma luz radiante

Luminosidade

A coloração é que revela a intensidade da luz. Se estiver apagada é sinal que o indivíduo está perturbada ou enferma,  se estiver brilhante sinaliza que o indivíduo está tranquilo e é saudável.

Textura

Resulta da gama de sensações do  momento nobres (aura clara, iluminada) ou nocivas(aura densa e escura). Se a consciência estiver ligada ao Plano Superior (leve, com tons rosa e azul claro).

Espessura

Geralmente é de três centímetros. Quando o indivíduo está doente sua espessura é mais fina e diminui com a gravidade da doença e, na proximidade da morte ela desaparece totalmente. O indivíduo saudável, ao contrário, tem a aura mais ampla. A das pessoas virtuosas, além de ser ainda maior, tem uma vibração luminosa mais forte. A dos heróis e eruditos é mais larga que a dos homens comuns, e a dos santos adquirem uma grande amplitude, mas se modifica de acordo com o Livre Arbítrio, sentimentos nocivos diminuem a intensidade, sentimentos nobres fortalecem a luz.

Coloração

As cores não se apresentam puras e sim, mescladas, pois como energia tem um movimento contínuo, a cor que se evidenciará será correspondente a emoção do instante. A cor da Aura está intimamente correlacionada com características individuais, cada um de nós nasce com uma cor essencial e uma segunda cor se desenvolve com o tempo e se misturam em termos de valores. Cada cor tem suas peculiaridades e destacam as qualidades e os desafios a ser superados.

A cor determina com segurança o estado mental, emocional e físico do indivíduo. Estas cores são  agrupadas e divididas de acordo com sua evolução espiritual. Descobrindo em que estágio você está em sua evolução espiritual, você pode evitar retroceder em sua escalada, adotando comportamentos corretos, desenvolvendo as virtudes certas e combatendo os defeitos que o impedem de progredir. 

 

 

 

 

O vermelho é uma cor que mais se presta a interpretações errôneas, devido as suas variantes. O vermelho vivo é sinal de dinamismo, quando o encontramos em faixas vaporosas em torno da cabeça, esse dinamismo é de temperamento e não físico, o físico usa a mesma cor, porém localizado ao longo dos membros e na cintura. O vermelho vivo, claro, é a cor dos grandes líderes, generais, comandantes, líderes sindicais, dirigentes. Porém combinadas com outras cores, como o dourado, o azul (direcionado ao lilás), o amarelo salpicado com vermelho, indica líderes religiosos.

Porém como forma de nuvens em todo o corpo, mostra uma personalidade forte, com crises de humor, principalmente se mostrar feixes desiguais na região craniana. Centelhas de um vermelho muito intenso é ansiedade, mais fraco tendendo para um rosado indicio de nervosismo.

O vermelho carmim mostra força de comando, liderança, principalmente se este vermelho estiver em forma de brumas (nevoeiro) na forma superior do corpo, e será ativa se a cor toma forma de raios luminosos. Uma superabundância desse vermelho na aura denota autoridade abusiva e se tiver leves traços do cinza antrácito teremos o quadro de uma pessoa déspota.

De qualquer forma o vermelho muito escuro, situado na fronte e em cada lado da nuca põe em evidência a cólera. Quando o cinza a ele se acrescenta temos um quadro de impulsos de violência. A emanação de uma energia deste porte, pode criar uma brecha no duplo etérico e vir a causar doenças psíquicas.

A presença do Vermelho ferrugem na radiâncias astral, denota a avareza, egoísmo. Um vermelho amarronzado, quando presente num órgão do corpo (como uma mancha) revela a formação de um câncer. Portanto é preciso ter cuidado na leitura, sempre lembrando que a doença se manifesta nos corpos mais sutis e vai descendo gradativamente até o físico.

Outros vermelhos vivos, denotam orgulho, com o amarelo denota vontade de agradar, pode-se notar que o orgulho quando levado a um excesso se torna prejudicial, da mesma forma a vontade de agradar excessiva pode virar hipocrisia (fingimento), e tudo é demonstrada pelas tonalidades e misturas.

 A predominância da cor vermelha na aura das pessoas indica vitalidade, excitação coragem e forte energia sexual. Porém se estiver muito concentrada num determinado ponto, pode ser sinal de um distúrbio. 

Animais - exprime instinto e vigor.

Plantas - está associada ao crescimento.

Objetos - indica que eles foram tocados por alguém que estava entusiasmada ou ansiosa e que os deixou impregnados de energia.

 

  

 

 

De uma maneira geral o azul sugere paz, mas a complexidade está na tonalidade e nas misturas.

A azul celeste: - Quando vivo, testemunha uma grande honestidade e um temperamento agradável. Principalmente quando ele constitui a cor básica da aura astral ou pelo menos ocupa a parte superior do corpo.

Porém quando a azul se torna pálido o seu dono se interioriza em demasia, tendo como defeito uma timidez exagerada. Quando o claro e metalizado, a pessoa tem tendência a ser influenciada, simples focos desta cor simboliza indecisão.

O azul Lavanda, inclina à meditação, a prece, a interiorização, se salpicado com amarelo fosco quer dizer recato e virtude afetada. Acompanhado do rosa vivo quer dizer piedade excessiva.

O azul escuro, são das pessoas voluntariosas, porém raramente aparece em toda a aura, mais encontrada na parte superior, próxima ao chakra coronário e são das pessoas trabalhadoras incansáveis. Quando esta cor se mistura com o vermelho carmim denota teimosia. Obstinação, quanto maior a incidência desse vermelho, menos escrúpulos terá essa pessoa.

A presença do cinza perto da cabeça, denota falta de coragem, pessimismo. Quando esse cinza for para o amarelo ocre a tendência a desconfiança.Animais - é sinal de felicidade e de satisfação com o tratamento que vêm recebendo do dono. 

Animais - é sinal de felicidade e de satisfação com o tratamento que vêm recebendo do dono.

Plantas - indica propriedades tranquilizantes e analgésicas.

Objetos - pode ser interpretado como uma emanação de fluidos positivos.

 

 

 

 

O amarelo alaranjado denota grande espiritualidade, muito elevada. É a cor da sabedoria, do ideal e da ação luminosa.

O amarelo Limão já denota a razão e o discernimento, sempre levando em consideração que o amarelo por si mesmo revela atividade cerebral. Podendo por isso gerar machas de vermelho fosco o que revela idéia fixa.

O amarelo pálido, revela vacilação, quanto mais próximo de um amarelo esbranquiçado acinzentado revelando a inatividade e a indecisão. Quando chamas de ferrugem aparecem revelam a covardia. Quando povoadas por manchas marrons revelam o materialismo e com o verde-cáqui revelam o egocentrismo.

Quando o cinza-antrácito e a ferrugem aparecem essa alma produz pensamentos com essas cores, significa o desequilíbrio, pouco digna de confiança, extrema versatilidade para criar mentiras, diplomata em suas relações.

Nuca luminosa: Para concluir deve-se observar em todos os seres humanos na região da nuca que toda a aura exala um amarelo de média intensidade formando uma meia-lua em forma de nuvem, isso simplesmente é o ato de pensar, se concentrar, se preparar para uma prova. Porém em determinadas pessoas essas cores são explosivas com raios, centelhas de cores brancas e amarela viva, quando existe uma atividade intelectual. É na sua superfície que as formas-pensamento se manifestam.

Animais - pode ser sinal de doença, debilidade física ou tristeza

Plantas - significa falta de vitalidade, especialmente se a tonalidade do amarelo for muito fraca.

Objetos - costumam ser dotados de pouco energia ou emitir vibrações ruins.

 

 

 

O verde é a mistura do amarelo com o azul, portanto a atividade mais vida espiritual interioriorizada, desviada para ajuda ao próximo.

O verde vivo, denota a escolha para um caminho interior que acaba abrindo-se ao próximo.

O verde-Maçã: De um ponto de vista global, denota-se a capacidade de doação aos outros. É a cor do dom para a medicina, para a cura, na educação, quando um azul celeste se junta a ele, a sinceridade, a autenticidade se junta a ele.

O verde elétrico: Quando se estende pelos braços até o chakra da palma das mãos, traz consigo a certeza do magnetismo, da cura pela imposição das mãos.

As mãos etéricas e/ou astrais verdes são mais purificadoras e reenergizantes.

Jardineiros ou pessoas que tem a mão boa para o plantio, possuem essa aura nas mãos. O azul elétrico junto indica coragem indo até o sacrifício, comum em enfermeiros tenazes com seus pacientes.

O verde esmeralda, a cor dos curandeiros (grandes médicos), terapeutas, agem indiferentemente do seu ganho material. Age tanto na medicina da alma como a física.

Porém quando o verde perde a força e fica pálido tende a hipocrisia, junto com o amarelo fraco e fagulhas de ferrugem.

Quando atravessado por faixas luminosas de vermelho de média intensidade denota equilíbrio, responsabilidade, ação determinada.

A verde tília denota morosidade.

Animais - indica mansidão

Plantas - demostra a emissão de forte ondas de energia positiva, sendo muito comum nos vegetais dotados de propriedades curativas.

Objetos - são uma autêntica fonte de passividade. costumam apresentar este tom depois de terem sido tocados por uma pessoa que esta de bem com a vida. Autoconfiança, capacidade de resolver problemas e de perdoar. Pessoa organizada, estrategista, sensível  que ama a paz.

 

 

 

O alaranjado é uma cor secundária, uma ramificação do vermelho. Quanto voltado mais para o amarelo denota autocontrole. Quando voltada para o vermelho denota uma pessoa ativa, prática. Porém o laranja castanho, significa preguiça, a mesma cor na parte etérica quer dizer problemas nos rins.

Significa atividade, pois une duas potências o amarelo + vermelho, atesta o lado prático, vamos deixar de férulas e partir para a realização. Ação física, dinamismo.

É a cor da boa vontade ativa, da lealdade. É o signo de uma espiritualidade concreta na vida cotidiana. Porém quando esse laranja se suja com ferrugem a preguiça se torna evidente. Com amarelo pálido junto o desinteresse, como verde garrafa escura revela o rancor.

Animais - é sinal de manifestação dos instintos(fome, sede, desejo sexual).

Plantas - indica a produção de sementes e flores.

Objetos - expressa um grande potencial energético(é comum em sinos e objetos religiosos em geral).

 

 

 

São pessoas curiosas, desejam saber como tudo funciona e lança mão de uma paciência infinita. A espiritualidade, para a pessoa de aura dourada, é o estudo da ordem superior do universo e de leis e princípios que o governam. Ele quer entender a organização mental, as leis ou as probabilidades que geraram a ordem no interior do caos espiritual. A predominância da cor dourada na aura das pessoas indica espiritualidade elevada e prosperidade. Ela surge com mais intensidade na região do tórax, pois está associada ao amor, qualidade inerente ao centro energético do coração.

Animais - expressa felicidade.

Plantas - simboliza a suavidade e fluidos positivos.

Objetos - mostra que foram tocados por uma pessoa bem intencionada, objetos de grande potencial são sinos e todos os religiosos.

 

 

 

Uma das cores mais raras de ser encontrada no estágio atual da humanidade, pois é a cor da espiritualidade elevada ativa nos seres de luz. O azul e o vermelho na sua pureza produzem o violeta.

Próximo ao amarelo alaranjado porém denota maior profundidade a meditação.Porém são encontrados nas pessoas feixes, fagulhas, salpicados dessa cor. As pessoas que carregam esses aspectos possuem o misticismo, quando salpicado de amarelo e violeta, denota alta intelectualidade e espiritualidade ao mesmo tempo.

O violeta pálido e ou lilás, revela um interesse menor a religiosidade.

Porém quando acompanhado de nuvens ou nuances cinzas, indicam um dom prejudicado pela falsa devoção, muito comum nas pessoas que exploram a fé dos outros, sempre pensando no seu bem comum, dinheiro e exploração. 

Conforme a tonalidade do cinza ou até existir mais cinza do que o lilás pálido poderá chegar à ingenuidade, crença fácil em milagres e outras ondas místicas.

Animais - é sinal de capacidade de adaptação

Plantas - tanto pode significar positividade quanto falta de vigor e venerabilidade.

Objetos - expressa o poder de receber e emanar energias.

 

 

 

Espiritualidade bem desenvolvida; inspirações criativas; capacidade de transformar os sofrimentos pessoais em fatores positivos para o próprio destino. O violeta é a cor do espectro mais próxima do equilíbrio psíquico, emocional e espiritual em vigor no planeta neste momento. A predominância dessa cor na aura das pessoas é expressão de poderes mediúnicos, capacidade de compreensão, saúde e mentes equilibradas.

 

 

No conjunto essa cor vem adicionada a outras, sua presença é uma forma de um véu, até mesmo fraca vibração, fraca, cansaço de um cor faz nascer o cinza, doença do organismo no caso da aura etérica e cansaço de um sentimento produzido pela aura astral. Mas como todas as cores possuem variantes não seria diferente com o cinza. O cinza escuro tende a depressão, porque a tristeza vem com o cinza. O cansaço produzido por excesso de trabalho traz o cinza porém sempre passageiro após o descanso e a recarga do corpo astral das células pela energia prânica.

 

 

 

 

A rosa é sempre a falta de maturidade, a cor da infância, da vontade de brincar, rir. Sempre encontrada em crianças, adolescentes.  Sempre encontrada em crianças, adolescentes.

Nas auras coletivas o ovo áurico do grupo de ri e conta piada, brinca e dança o rosa se faz presente, quando a brincadeira se torna agressiva tons de vermelho se fazem presente. Quando o amarelo acidulado se faz presente o egocentrismo também.

Isso não quer dizer que devemos fugir do rosa, porque a alegria o contentamento produzem tons rosa nas auras e esse sentimento deve sempre ser cultivado.Cor encontrada nas crianças e adolescente – indica imaturidade, vontade de brincar, rir. Porém não significa que não seja bom ser alegre. Mas a predominância desta cor na Aura indica que a pessoa é imatura.

 

Prata

O canal da Cura: O indivíduo de aura prateada é um curandeiro natural. Utiliza energia para transformar luz em raios que curam. É o meio ou o canal por onde a cura passa. Consegue aumentar seu poder pessoal, físico, a ponto de poder limpar as mentes e as almas, para que a cura seja possível.Seu maior desafio é aprender a lidar com esse dom de curar. A fim de não chamar a atenção sobre si, o indivíduo de aura prateada se torna o camaleão do espectro, assimilando outras cores em sua aura para se ocultar ou para se proteger.

No entanto, ele prejudica seu próprio campo energético com isso, sofrendo as conseqüências. Esse ato também confunde os outros. Seu maior desafio é aprender a se conhecer e descobrir seus dons especiais, para não precisar disfarçar-se com uma camuflagem emocional.

O indivíduo de aura prateada sente o meio ambiente físico como algo duro, hostil e frio. É fisicamente doloroso para ele olhar para qualquer coisa realista. É fisicamente sensível a barulhos e qualquer outra forma de poluição. Gostaria que o mundo fosse como os palácios antigos de seus sonhos e fantasias. Como não é, fica horrorizado.

Na tentativa de criar no mundo real a perfeição que visualiza em sua mente, fica obcecado com limpeza e organização, muitas vezes. Precisa de muito espaço aberto, sobretudo dentro de casa.

O indivíduo de aura prateada tem muitas vezes a sensação física de estar sendo usado, desse modo é ciumento de seu espaço privado, onde só admite a família e os amigos mais íntimos e chegados. Não se abre a grandes reuniões porque não se sente à vontade com a idéia de invasão de seu espaço íntimo.

Trabalhar a terra para este ser é estabilizador e satisfatório, e por isso o aura prateada pode se fazer valer desse exercício para se sentir melhor.

O indivíduo de aura prateada é um curandeiro natural. Utiliza energia para transformar luz em raios que curam. É o meio ou o canal por onde a cura passa. Consegue aumentar seu poder pessoal, físico, a ponto de poder limpar as mentes e as almas, para que a cura seja possível. Seu maior desafio é aprender a lidar com esse dom de curar. A fim de não chamar a atenção sobre si, o indivíduo de aura prateada se torna o camaleão do espectro, assimilando outras cores em sua aura para se ocultar ou para se proteger. No entanto, ele prejudica seu próprio campo energético com isso, sofrendo as consequências. Esse ato também confunde os outros. Seu maior desafio é aprender a se conhecer e descobrir seus dons especiais, para não precisar disfarçar-se com uma camuflagem emocional.

 

Preto e Branco

Não é uma cor, mas a ausência de toda cor. Isto é relativo a este plano, onde, ao olhar com os olhos físicos vê-se o branco cristalino que simboliza  a pureza, porém é a gama de várias cores em circulação constante. Porém tem o branco pesado, leitoso, que significa falta de ideias, pessoa mal resolvida, que procura a si mesmo, insatisfação. O preto simboliza a não luz, o caos negativo do pensamento. Essas massas negras são raras no cotidiano, são pessoas com energia destrutiva, principalmente da autodestruição, do suicídio, doentes psíquicos

 

Camadas da Aura

As três primeiras auras ou camadas também são conhecidas como "aura da saúde", como ele reflete as motivações fundamentais da saúde física de cada um de nós e como a nossa personalidade. As emanações dessas camadas são muito úteis para o estudo da saúde física.

Física

É a camada mais próxima do corpo físico é composta de energias sempre em movimento. Projeta-se cerca de 10 a 20 cm, com uma auréola  nas cores azul/branco. As emanações desta  aura refletem as motivações fundamentais da nossa saúde e funcionamento de nossa personalidade. É clara e densa devido à matéria física, tem a mesma estrutura de nosso corpo físico pode ser considerado como um espelho da nossa harmonia física. Em um indivíduo sadio a Aura é brilhante, quando doente a camada está inchado perto da área afetada pela doença. Sua coloração azul indica a flexibilidade, fluência e sensibilidade.

Etérea

A segunda camada é fluida e está em constante movimento. Seu formato se assemelha ao corpo físico, que é uma cópia idêntica, composta de matizes multicoloridas de substância fluida em movimento perpétuo. Estende-se cerca de 20 cm, além do corpo físico e está associada com emoções e reações viscerais. Ele serve como um elo entre as duas camadas que o cercam.  O brilho e clareza dessa camada são indicadores de experiências emocionais.

Quando você começa a ver a aura etérea, pela primeira vez observa-se uma luz nebulosa azul ou cinza deixa o corpo. Mais frente, esta parte da aura apresentam cores diferentes. De laranja, verde, azul, roxo e até amarelo. Esta camada é responsável pelos diagnósticos de doenças, se a doença for grave produz uma abertura profunda na área.

Um dos aspectos mais fascinantes desta camada é a possibilidade de usá-lo para produzir fenômenos visuais através de um médium, e partículas densas empregando sua aura etérea para produzir uma substância chamada de ectoplasma. Através de um esforço de vontade, podemos projetar prana para os limites da aura física, criando um escudo impenetrável a qualquer influência astral ou elementar.

Vital

A terceira fase da Aura está estruturada em relação ao nosso pensamento. Composto por finas linhas amarelas, ele se expande e brilha quando nos concentramos em um processo mental. Ela se estende de 5 a 10 cm. É um corpo muito brilhante, formado por linhas de energia radiante se propagando em todas as direções. Além de esta camada irradiar energia, ela envia energia ao corpo físico.

Esta camada áurica é útil para diagnosticar a gravidade de uma doença em uma determinada área, pois as áreas afetadas pela doença são vazias de energia vital e sem a energia vital ocorre a falência de órgãos.

Astral

É formada por emanações do corpo astral que é onde nós armazenamos as informações da nossa vida passada e presente. A existência desta camada tem sido controverso devido à sua natureza sutil e filosófica. Embora existam muitas pessoas que são capazes de ver as camadas mais densas da aura, apenas um pequeno grupo de pessoas pode perceber a camada astral áurico.

As formas de pensamento negativo que afetam a formação da camada áurica, formando arestas e cor suja e tamanho pode ser de uma uva grande para uma pequena semente. Este modo de pensar começa a irritar a linhas brilhantes camada áurica vital, resultando em uma diminuição no seu tamanho.

Em um estado ideal emocional, esta camada áurica tem uma fumaça azul brilhante ou azul. Seu tamanho varia de 10 cm à 1 m. Sua largura é normalmente cerca de 60 cm, de fora da camada vital áurica.

Aura mental inferior

Fornece oscilações entre o pensamento consciente e o Superior Mental camada, responsável pelo nível intelectual. Quando você tem uma boa noção da capacidade intelectual essa camada áurica é ampla e clara, normalmente entre 4 à20 cm, principalmente na região da cabeça. Esta camada é, quase sempre, amarelo-claro, quando em boa saúde mental.

Camada inferior mental áurico muitas vezes é confundido com a camada da aura, uma vez que ambos compartilham o mesmo espaço somente quando a mente está muito ativa ou consciente, o pensamento pode ser separado da fumaça, quando você pode ver os limites da camada astral áurico.

Se na camada áurica é observado manchas vermelhas significa que o indivíduo está desenvolvendo sentimentos de raiva nocivos. Estes pontos são gerados no corpo emocional e entram na área do pensamento consciente.

Quando há problemas mentais, essa camada apresenta assimétrica. Às vezes, meia camada áurica é muito ampla, enquanto a outra metade é estreito e apertado. Outras vezes, um dos ciclos é escuro e sujo, enquanto o outro é claro e brilhante.

Aura mental superior 

A borda superior externa da aura violeta geralmente possui uma cor azul escuro no interior. Dada a sua energia, o corpo vibra à uma frequência difícil de ver, pois a visão humana só vê uma parte desse corpo, em forma de crescente. Normalmente, mede cerca de 60 cm de  lado a lado. Esta camada contém nossa potencialidade de administrar a mente superior com energias mais elevadas e evoluir o grau de desenvolvimento espiritual. Essa camada é usada por pessoas com poderes psíquicos.

Aura Espiritual

O núcleo da aura superior é chamado de aura espiritual. Ele foi descrito como uma luz branca brilhante imaginável. Somente através da visão interna é que podemos saber que está lá. Nesta camada reside a energia cósmica que usamos em nossa vida terrena.

 

Ver cores da Aura

O primeiro passo é crer em sua existência, pois é possível desenvolver a capacidade de ver a área de íris da aura. Para começar a ver a aura, devemos aprender a pensar e acreditar nela. Nós todos temos dentro de si a capacidade de ver a área de íris da aura.

O homem acostumou-se com seus cinco sentidos e esqueceu-se de desenvolver o sentido interno que é a percepção. Para exercer este sentido é necessário fechar os olhos e captar as energias dos sentidos interiores, a percepção extra-sensorial, que transfere as informações para a mente consciente.

A sabedoria de ver e interpretar as cores da aura requer conhecimento, sensibilidade e prática e através da cor é possível diferenciar a energia nociva da energia útil.  É uma ferramenta para o equilíbrio físico, a ponte entre o passado e o presente, a habilidade de desenvolver o poder mental em benefício dos semelhantes bem como, a sua ascensão espiritual. Não é um processo rápido, a paciência será de grande valia para vencer a insegurança e o medo, para descobrir a potencialidade deste sentido interior, que conduzirá ao caminho da sabedoria.

  1. Para treinar a mente você poderá fazer um exercício simples. O primeiro passo é captar a presença de seu campo de energia. Espalme suas mãos em direção à face em torno de 40 cm de distância. A seguir aproxime as mãos e observará uma resistência entre elas, ou seja, a atuação de seu campo de energia.
  2. O próximo exercício é meditar com os olhos fechados nas cores do arco-íris, trazendo-a em sua direção em uma distância de 1m, a seguir a devolva ao lugar de origem. Faça este exercício por várias vezes até não visualizar a cor e ela se apresentar naturalmente. Estes exercícios vão facilitar o processo de captação das cores de Auras.

 

Leitura da Aura

A leitura da Aura pode ser usada como ferramenta para o Autoconhecimento, pois proporciona o encontro íntimo entre a personalidade e o espírito, abrindo as portas da conscientização e liberdade.

O processo passa por três fases distintas,  a leitura do espírito, das mensagens  de vidas ou acontecimentos passados que possam estar a influenciar o seu momento presente e a leitura da energia das cores. A complexidade é intensa entre cores, sinais  e formas de pensamento  para que seja feito o reconhecimento que resulta da soma de informação do inconsciente para o consciente.

Sinais

Saliências

Denotam estagnações de energias em tons cinzentos, resíduos da energia vital no qual o corpo não conseguiu expelir naturalmente, como no Chacra Umbilical dos obesos onde não é livre circulação do prana. Sensações de contrações, dores de cabeça, nas articulações do corpo é notado no cotovelo, punhos, ombros, na parte detrás dos joelhos, bem como na cintura. Se a saliência for positiva, a cor é azul prateado, entre os olhos, coração, na garganta ou orelha, observada por dons mediúnicos como a vidência e clarividência.

Espaços côncavos

É uma avaliação preocupante, pois este vazio gravidade e falência de órgãos de acordo com a cor que o circunda, bem como, pode indicar a má circulação ou uma fratura.

Fugas

Paralelamente aos “buracos” na aura etérica, você aprenderá fugas de energias vitais, como se fosse uma fumaça saindo de uma chaminé, semelhante a um gêiser, trata-se de uma perda energética, perda de força quando essa fuga é da cor cinza ou branca sujo.

Manchas

As manchas são sempre sinais de desequilíbrios, uma mancha é em geral escurecida, fora de foco, em forma de nuvem. Nos casos etéricos essas nuvens difusas cor cinza podem indicar má-digestão quando na região do estômago, quando é cinza escuro é um problema já crônico de proporções enraizadas como úlceras gástricas, vesícula biliar entupida, cálculos renais. As manchas são conhecidas mais popularmente como bloqueios energéticos.

Nervuras

São sinais de desordem e variam do cinza até o vermelho marrom escuro. Começo de um problema maior fase ideal para combater um mal maior como uma fuga ou cavidade.

Clarões e centelhas

Os clarões são manifestações astrais e mentais, raramente se vê no plano etérico. Por isso está ligada aos sentimentos, como raiva momentânea, alegria rápida, gargalhada, descoberta de uma resposta desejada. As centelhas ou faíscas etéricas rosadas podem denotar infecção (inflamação) conforme a cor, já na aura emocional um vermelho podem denotar problemas financeiros.

Formas-pensamentos

As formas pensamentos geram diversas formas no ar, sempre de natureza astral e mental podemos ver acima das cabeças humanas, triângulos, quadrados, caixas, lanças, relâmpagos, esferas, seres, formas ectoplásmicas, podem durar segundos e as idéias fixas alimentam formas que geram um círculo vicioso. Alimentada pela preocupação e a raiva podemos bater na mesma tecla dando origem a uma forma fixa, que pode durar horas, dias, meses e até anos em alguns casos mais graves.

 

Aura enfraquecida ou desequilibrada

A aura é bastante afetada pelas emoções de medo, inveja, raiva, desejos de vingança, depressão, pensamentos negativos, preocupações e desequilíbrios mentais causados por medicamentos, álcool ou drogas. Esteja atenta para os sinais de enfraquecimento de sua energia pessoal, como: fadiga, ao conversar por telefone ou pessoalmente com determinadas pessoas, transpiração anormal, ao estar com certas pessoas, lugares que causam desconforto, irritação,  para tratar com um ou outro colega, odores desagradáveis que os outros não percebem; sono e cansaço diante de situações ou pessoas, vontade de chorar.

Felizmente, a aura pode ser limpa, restaurando a vitalidade física e mental. A limpeza da aura pode aliviar o nosso desconforto, aliviar a respiração, aliviar a fadiga e reduzir o estresse. Outro aspecto é o suporte espiritual que nos é fornecida e leva-nos longe de todo pensamento negativo. Mas a limpeza da aura tem efeitos temporários, se insistirmos em voltar para as asas infelicidade e desconforto.

Proteja seu campo energético equilibrando seu plano emocional. Se ele estiver desorganizado as consequências para o físico são danosas e se manifestam em forma de doenças nos órgãos vitais.

Barreira de Luz Azul

Quando sentir que uma pessoa está muito negativa ou agressiva coloque as mãos cruzadas sobre seu umbigo, cruze os pés e visualize uma barreira de luz azul para proteger-se.

Com os dedos polegares

Evite as invasões psíquicas apertando o dedo polegar da mão direita com a mão esquerda e vice-versa. Se apoiar os braços sobre uma mesa ou pernas fica mais confortável e discreto. Outra variação é cruzar as pernas ou os braços, ou ambos.

Cristais

Tenha em sua mesa de trabalho uma drusa de cristal transparente ou uma ametista. Pelo menos uma vez por semana deixe-a num recipiente de vidro com sal grosso e água. Se formarem-se pequenas  bolhas a pedra estava carregada com negatividade. Lave-a muito bem em água corrente com as pontas voltadas para baixo. A alternativa seria expor à chuva, deixar ao sereno ou diretamente na grama ou sobre uma árvore. Também pode limpar seus cristais com ervas como guiné, arruda, alecrim, sálvia, alfazema, etc. Entretanto a forma mais usual é colocar a pedra para receber luz solar por cerca de duas horas, mas este procedimento deve ser evitado com a ametista, pois ela perde um pouco a sua cor natural.

Plantas

Algumas plantas têm características de recicladoras de energia como comigo-ninguém-pode, jiboia, espada de são Jorge, cactos, alecrim, manjericão, arruda, guiné, etc. Se não tiver plantas perenes pode usar flores naturais em vasos, desde que a água seja trocada todos os dias e as folhas mortas removidas. Um pequeno corte no talo possibilita que a planta absorva melhor a água e lhe dá vida mais longa.

Água

Com um simples copo com água que se deixa sobre há mesa o dia todo e se renova todos os dias assegura-se um filtro para as energias pesadas do local. Não tome esta água, jogue-a em um vaso de plantas, pela janela ou na pia.

Carvão, Sal Grosso ou Giz

O Carvão não deve estar no mesmo recipiente que o sal, mas espalhe-os em pequenos pedacinhos pelo ambiente. O Sal Grosso pode ser colocado em um pratinho num local bem alto, perto das portas de acesso.  O  carvão ou giz deve ser colocado em pequenos pedaços ou inteiros, dentro dos armários e gavetas. Quem padece de dores na coluna pode prender um pedaço de giz na cadeira e colocar um embaixo da cama.

 

topo